fbpx

O crescimento pessoal de Taty Smith se deve muito à leitura de bons livros, mas, principalmente, à sua capacidade de se autoconhecer, de reavaliar sua trajetória de vida, de se despojar dos sentimentos negativos que a acompanhavam desde a infância  em razão do relacionamento complicado com seu pai, que tinha uma postura violenta de educar, recorrendo muitas vezes a surras para que  Taty fosse uma boa menina.

Eu desperdicei muitos anos da minha vida, momentos preciosos, por não saber lidar com os sentimentos que me entristeciam. Graças a uma força maior e à minha vontade de viver de uma forma mais plena, feliz e segura, fui atrás do autoconhecimento.

À medida que foi se conhecendo, Taty foi evoluindo e transformando suas mágoas em perdão.  E esse perdão a fez ver o mundo de outra maneira. Sentiu uma paz tão grande, uma alegria de viver tão imensa, que, num dado momento de seu crescimento, sentiu necessidade de compartilhar suas histórias, suas dificuldades, suas superações, sua vivência, e então escreveu o livro Liberdade de Ser.

Escrever não foi fácil. Precisou entregar-se por inteiro, resgatando todas as suas dores e transformando-as em gratidão.

Voltei no tempo e revi cada pedacinho de mim, pedacinhos que foram construídos/reconstruídos e que fizeram com me tornasse a mulher que hoje sou: uma mulher com vontade de viver. Uma mulher com a Liberdade de Ser.

Aprendi que nenhum ser humano  está imune a sentimentos que envolvem dores, medos e inadequações. Mas que todo ser humano pode superá-los.

Escrito de forma leve, sincera, com fluidez, seu livro objetiva impulsionar as pessoas de todas as classes sociais para uma melhor qualidade de vida por meio do autoconhecimento, do autocuidado e da arte-cultura. É impregnado de afetividade, o que, sem dúvida, estabelece uma ponte de empatia entre ela e seus leitores.

CONFIRA A RESENHA COMPLETA CLICANDO AQUI

Se você está em busca da sua liberdade, querendo ser feliz a partir da  redescoberta da sua história  de vida,  você  tem  ao alcance da mão um livro que vai ao encontro das suas expectativas.  Você pode adquirir seu exemplar clicando aqui.

Se desejar mais informações, por favor, escreva, clicando aqui.

Se preferir ler em inglês, adquira a versão Freedom of Being, clicando aqui.

Parte da renda da venda do livro Liberdade de Ser está destinada ao desenvolvimento de projetos sociais.

Adquirindo o livro, que aborda maneiras verdadeiras de superar a dor e lidar com as emoções, sem cobranças “exageradas”, você estará colaborando para que mais e mais crianças e adolescentes tenham acesso à leitura, através das minibibliotecas que estão sendo implantadas.

Depoimentos

Quando meus assessores me informaram que havia uma atriz interessada em fotos para um livro, imaginei que fotografaria uma pessoa que só falaria do seu mundo, da sua área ou sobre como é representar.

Como é de praxe, sempre peço para a minha equipe agendar um horário para eu poder conversar com meus clientes e entender melhor o propósito das fotos. Ao conversar com a Taty e conhecê-la, entendi que ela também queria ajudar as pessoas, diferentemente de tantos outros que só dizem que querem, mas não fazem nada para mudar o mundo.

No dia das fotos, vi que ela estava preocupada em fazer as coisas corretas e queria que as pessoas envolvidas no projeto se conectassem, se conhecessem e vibrassem de modo parecido. Assim, ela me fez entender a importância dessas fotografias de um modo tão autêntico, que fiquei muito animado com o dia de fotografar! No apartamento, tinha até recepção com champanhe, além de comes e bebes variados. Na minha mente, eu só fotografaria! Esperava apenas água ou café para a equipe. Então entendi que ela, de fato, se empolga, se dedica e tenta desenvolver o melhor nas pessoas a seu redor!

Nossa conversa despertou a minha vontade de fazer aquelas fotos de tal modo que consegui extrair esse entusiasmo e passar aos retratos o que esta mulher incrível representa. Não entendi esse trabalho como algo normal, pois foi muito além: era prazeroso compreender que a missão dela é muito parecida com a minha!

A mensagem deste livro é permitir que cada leitor (a) possa se encorajar, independentemente da sua história. Esta obra fala de superação em um país no qual muitos(as) nascem e permanecem da mesma forma. Com a autora, aprendemos que não devemos ficar confortáveis, parados(as), aceitando a vida e as tristezas que temos. Esta escritora nos inspira para irmos além da vida mediana e daquilo que ainda não está bom, contrariando muitas pessoas que acabam aceitando viver tudo isso, mesmo sem querer.

Só quando entendermos esta lógica é que poderemos ir adiante e buscar novos rumos ou sentidos para as nossas vidas. Cada um de nós (sem importar o local onde moramos, se nos consideramos pobres, ricos ou se, de fato, os somos) tem a sua própria riqueza, algo único e de muito valor. É isso que devemos encontrar dentro de nós mesmos para aprendermos conosco e com os outros.

Miséria é você não reconhecer, não entender, não aceitar os seus defeitos e, pior, não tomar uma atitude de mudança. Siga os conselhos dessa maravilhosa atriz, mentora e coach, que teve a coragem de enfrentar o mundo e transformar sua própria história ainda jovem, desde muito cedo.

Siga o exemplo da Taty: se preciso for, faça caixinhas sim! Ajude seu cérebro e melhore sua performance. Muitas pessoas estão no tempo de atravessar o oceano ou precisam atravessá-lo e possuem as condições para fazê-lo. Caso necessário, faça isso! Mas nem sempre essa travessia faz a diferença. Às vezes, basta atravessar a rua! Isso significa trocar o ângulo de visão ou dar o primeiro passo. Faça algo, agora. Ouse como a Taty e não fique parado(a)…

Boa leitura!

Everton Rosa

Taty, você é muito jovem, mas já tem uma história de vida realmente inspiradora para pessoas de todas as idades e de todos os lugares. Seu livro é de uma sinceridade tão profunda, sua transformação a partir do autoconhecimento tão verdadeira, sua vontade de ajudar os outros tão intensa, que nosso desejo de ser livres e melhores a cada dia, qualquer que seja o ambiente em que estejamos, vai crescendo à medida que avançamos na leitura. A capa mostra uma mulher linda. Seu conteúdo, uma mulher de riqueza interior imensa. O exterior reflete o interior. Parabéns por ser quem você é.
Edna Perotti
Professora, escritora e revisora - São Paulo/SP
Taty, Terminei o livro. Realmente é muito lindo e motivador, faz repensarmos muito no que vivemos. É um livro de fácil leitura, o tamanho da letra é ótimo, não cansa, nem dá preguiça de ler, já que eu sou uma pessoa que não tenho o hábito de ler. Com o livro pude voltar a uma parte da minha infância que estava esquecida, e também consegui entender a dor que você sentia, pois eu não conseguia entender mesmo convivendo com você. Eu me emocionei bastante em várias partes, principalmente quando aborda as dificuldades e os momentos com nosso pai. Com o livro, também consegui entender como podemos ir atrás dos nossos sonhos e vontades, independentemente das dificuldades. Eu sinto um orgulho enorme de você. Eu sinto orgulho por ter alguém na família que publicou um livro, que parecia um sonho distante, mas conseguiu concluir apesar de tudo que passou e superou. Só tenho a agradecer por fazer parte da sua história, fazer parte da sua vida, e sentir que somos capazes de qualquer coisa, que podemos mudar e ajudar o próximo, mesmo que seja aos poucos. Às vezes eu quero fazer as coisas de uma vez só, e acabo não fazendo, mas percebi com o livro que somos capazes de muitas coisas. Basta ter paciência, focar nos objetivos, ser persistente e confiar em nós que tudo dá certo. Pude perceber o quão você sofreu, mas foi atrás dos seus objetivos. Você é maravilhosa, e realmente seu livro está ajudando muitas pessoas na cura física e espiritual. Não só com o livro, mas no dia a dia aprendo muitas coisas com você. Às vezes conversamos e em uma simples conversa vem o despertar em mim de algo que às vezes estava escondido, e aí me lembro que posso ser mais do que eu imagino. Realmente. Eu senti uma motivação enorme em terminar de ler. Eu sou grata por me incentivar, pois esse foi um passo importante para que eu possa concluir outras leituras. Eu estou me atentando para as minhas atitudes diárias, estou vendo se estou mudando algo para melhorar a minha vida. Estou mais focada e determinada. O final do livro é lindo! De fato, quanto mais procrastinamos na vida, somos nós que perdemos, e não o próximo. E a sua ação com o projeto social Panapaná, feita com os moradores de rua, despertou em mim algumas questões. Estou me perguntando o que estou fazendo com a minha vida nesses anos. O que estou repetindo, sabe? No livro consegui ver também que nosso espelho quebrado serve para nos ensinar algo na vida! Grande abraço.
Viviane Freitas
Empresária - Piracicaba/SP
Eu particularmente gostei muito do livro. É uma leitura gostosa,fácil de fazer e entender. O que chama atenção é que ele fala da realidade de vida de muitas pessoas e não só da realidade da autora. Uma de minhas irmãs leu e gostou muito. Eu indicaria sim, como já emprestei a uma amiga que estava passando por momentos difíceis, principalmente aquelas que estão passando por situações parecidas. Taty, a conheci criança com 6 aninhos, me orgulho muito em vê la onde está, acompanhei um pouco da trajetória de vida desta guerreira. Muito bom seu livro. Estou esperando o segundo.
Maria Nazaré
Goiânia/GO
Taty... Terminei de ler seu livro e a primeira palavra que me vem é gratidão, por você dividir a sua história conosco. Nunca me passou pela cabeça que você teria passado por tantas coisas. Me identifiquei em muitos momentos. Embora eu nunca tenha apanhado dos meus pais, as minhas irmãs mais velhas apanharam bastante. Talvez por ser a caçula tenha tido privilégios. Eu me emocionei muito, principalmente na parte em que você relata que está na mesa com o teu pai, e ele se pergunta: - Será que a minha filha já comeu hoje? Pude ouvir a voz do teu pai neste momento. Me lembro bem dele, homem amável e de princípios que deixou saudades... Posso te dizer que depois de muito tempo sem te ver, te vejo muito mais leve, mais igual a mim. Você é admirável. Agora posso te dizer de todo o meu coração: te admiro ainda mais. Gratidão por este livro. De todos os bons momentos que você já me proporcionou, posso dizer que o seu livro é o melhor deles. Gratidão! Que Deus te abençoe e te ilumine sempre, para que você continue inspirando as pessoas, mostrando que tudo é possível, basta acreditar. Admiração por você. E já vou emprestar o livro pra minha amiga, compartilhar conhecimento e gratidão.
Adinéia Gomes Capucin
No final do ano passado minha mãe perdeu uma luta intensa que teve contra uma doença e foi morar no céu. Fiquei desnorteado e perdido completamente nas minhas ideias e caos interno. Então conheci o trabalho dessa bela jovem chamada Taty, que, com seu amor por ajudar as pessoas, colocou as palavras certas no livro, nos textos e em todos os meios de comunicação que ela usa. Ela me ajudou a me reinventar e me descobrir na liberdade de meu ser, de viver um momento de dor em plena luz naquilo que mais podemos ser: livres no amor. Gratidão por tudo!
João Lucas Capuci
Open chat
Podemos ajudar?
Powered by